O celular esquentou demais? Saiba o que fazer

Smartphones ficam mais poderosos a cada nova geração, com processadores mais rápidos, telas maiores e mais sensores. Tudo isso exige um alto consumo de energia, o que pode levar o aparelho a esquentar repentinamente.

Se isso já aconteceu com você, é importante saber que, na maioria dos casos, não há motivo para preocupação. Boa parte dos celulares mais modernos vêm com sistema de proteção que impedem que a temperatura suba demais a ponto de causar algum dano aos componentes.

Ainda assim, sentir o smartphone esquentando mais do que o normal é assustador e, na maioria das vezes, é algo que não deveria acontecer, e, em alguns casos, pode ser evitado. Abaixo você confere os principais motivos para esse aquecimento e o que fazer em cada caso.

1. Se o smartphone estiver recarregando…

É normal que o celular fique mais quente durante a carga, já que a bateria está sendo reabastecida por eletricidade – um processo químico que, naturalmente, gera muita energia e dispersão de calor. Mas há cuidados que você pode tomar para impedir que isso ocorra por conta de algum defeito.

Evite usar carregadores paralelos, daqueles que não vieram na caixa do smartphone. Também evite carregadores de outras marcas, mesmo que o cabo seja compatível. Use apenas o carregador original, se possível, e procure deixá-lo ligado a uma tomada exclusiva, sem dividir a fonte de energia com outros dispositivos.

É importante também deixá-lo recarregando num local de temperatura amena, jamais em cima de outro eletrônico. Se você usa o carregador original e mesmo assim o celular esquenta, pode ser que seja um defeito ou característica normal do aparelho. Vale a pena procurar a fabricante e questionar se esse aquecimento é natural ou não.

2. Se o smartphone estiver exposto ao Sol forte…

A luz do Sol pode aquecer um smartphone mais do que o normal e, embora não seja um risco por si só, também não é aconselhável deixar que isso aconteça. Evite deixá-lo por muito tempo exposto ao Sol forte, sob uma mesa ou algo assim, porque o calor da luz pode ser absorvido também pela mesa e ajudar a esquentar o aparelho.

Não tem segredo aqui: é só tirar o celular de sob a luz do Sol forte e deixá-lo num local com temperatura ambiente ou fria, e esperar que o calor seja dissipado naturalmente. De preferência, deixe o aparelho em repouso por alguns instantes antes de voltar a usá-lo para que ele esfrie mais rapidamente.

3. Se o smartphone estiver rodando um aplicativo pesado…

Jogos tridimensionais, aplicativos de realidade virtual ou aumentada, edição de imagens e captura de vídeos são tarefas que constumam exigir muitos recursos do processador do smartphone. O mesmo vale para quando um mesmo app fica em uso durante muito tempo, como o Waze durante uma viagem de carro, por exemplo.

Nestes casos, se o celular esquentar demais, é melhor deixá-lo de lado por um tempo e esperar o processador esfriar. Se isso acontece com frequência e causa problemas de desempenho, como travamentos repentinos, deve ser porque o smartphone não tem o que é preciso para rodar os apps mais pesados do momento.

Sendo assim, talvez seja hora de trocá-lo por um modelo mais potente. Mas se o aquecimento não causa problemas, se o celular é novo e top de linha, então provavelmente não há com o que se preocupar. Na dúvida, procure a fabricante.

4. Se o smartphone estiver simplesmente parado…

Se o celular ficou quente do nada, sem que você o estivesse usando, sem que ele estivesse na tomada e sem que estivesse sob o Sol forte, neste caso há risco de se tratar de um problema mais grave. Desligue-o imediatamente e o coloque num local de temperatura mais baixa.

Só nunca coloque-o na geladeira. O nosso objetivo é reduzir o aquecimento, e não causar um choque térmico. Por isso é preciso deixar que a temperatura diminua devagar, naturalmente.

Espere alguns instantes até a temperatura do celular diminuir e verifique se não há qualquer dano físico nele, especialmente na traseira. Se notar a tampa da bateria levemente aberta ou um cheiro estranho saindo da traseira do smartphone, procure imediatamente a assistência técnica.

Esse tipo de calor repentino pode ser causado por um defeito na bateria, que, por sua vez, pode muito bem levar a uma explosão – lembrando que baterias de celular são componentes extremamente inflamáveis. Se não houver dano, ligue-o novamente e fique atento a qualquer problema recorrente.

You may also like...

Mais vistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *